Revisão da linha do tempo de atividades

O objetivo desta atividade é bem direto: fazer com que as pessoas criem uma linha do tempo do que elas têm realizado nos últimos, digamos, seis meses. Nós sugerimos a reflexão em pequenos grupos, para que se tenha uma ampla gama de contribuições e mais chances de participação. Além disso, grupos pequenos são outra forma de fazer com que as pessoas trabalhem umas com as outras, especialmente quando se encoraja elas a formarem grupos com pessoas que não o fazem tão bem ou com quem não trabalham frequentemente.

Duração: 35 minutos Tamanho do grupo: 5-40 pessoas

 

Passo 1: Facilite a criação de uma linha do tempo de atividades

Comece organizando as pessoas em pequenos grupos, de preferência com 5 pessoas ou menos (pessoas que não se conheçam tão bem).

Coloque na parede (ou já deixe isso pronto) uma linha do tempo, começando com “6 meses atrás” e uma linha cuja outra ponta diga “Agora”.

Diga às pessoas: “Gostaria que vocês pensassem sobre os diferentes esforços que têm feito ultimamente em relação às mudanças climáticas. Quais foram os grandes eventos ou atividades que aconteceram nos últimos seis meses?” (se seu grupo andou extraordinariamente ativo nos últimos tempos, você pode encurtar essa linha do tempo).

Continue explicando: “O objetivo não é registrar cada detalhe, mas sim ter uma boa noção dos momentos-chave, de forma que o grupo consiga sentir o fluxo geral de seu trabalho. Então, quando vocês estiverem prontos, coloquem esses momentos na linha do tempo, de forma que consigam ver o fluxo geral de seu trabalho coletivo”.

Dê às pessoas alguma forma de escrever cada atividade separadamente, de modo que elas possam ser colocadas aproximadamente ao longo da linha do tempo. Vocês podem usar:

  • pedaços de papel com fita crepe, ou
  • post-its, ou
  • um bloco de papel num cavalete em frente à parede, dando pincéis atômicos às pessoas.

 

Não dê mais do que 10 minutos para as pessoas fazerem isso. Quanto mais tempo você der, de mais coisas elas vão se lembrar, e mais longo será o tempo necessário para a reflexão posterior. Muitos grupos conseguem fazer isso sem se apressar em cerca de 7 minutos.

 

Passo 2. Reflita imediatamente sobre como foi tudo isso

Pergunte: Olhando para essa linha do tempo, como vocês se sentem? Procurem quaisquer sentimentos surpreendentes. As pessoas podem notar que fizeram mais do que acreditavam terem feito; ou menos; que suas ações dão mais voltas do que elas imaginavam; ou que tiveram mais conquistas do que pensavam. Para algumas pessoas que fazem muitas coisas, pode ser recompensador ver que na realidade realizaram muitas coisas (“Ah, então é por isso que me sinto tão cansado!”).

 

Passo 3. Procure os temas para os quais o grupo criou energia

Em seguida, ajude as pessoas a olharem para as lições estratégicas ou insights que aparecem nessa lista. Isso frequentemente funciona melhor em grupos pequenos. Peça aos grupos que reflitam sobre:

  • O que está sendo inteligente no que estamos fazendo?
  • Como nós trabalhamos com maior eficiência?
  • Quais dos nossos padrões não funcionam tão bem?

Depois de alguma reflexão nos grupos menores, faça uma lista de insights através de uma discussão com o grupo todo, em que todos compartilhem suas lições.

 

Passo 4. Aplicação

Essa atividade é um ótimo começo para uma sessão de planejamento em grupo. Por exemplo, a partir da conversa, o grupo pode criar uma lista de coisas que quer fazer diferente no futuro – o que é perfeito antes de fazer um brainstorming sobre novas táticas.

Depois de alguma atividade adicional de criação de habilidades ou brainstorming, vocês podem usar a estrutura da linha do tempo para planejar ações futuras. As pessoas podem colocar e criar as próximas ações – ações e eventos-chave e datas políticas importantes que estejam na continuação futura da linha do tempo.

 


Incorporar este recurso: