De onde vem o seu nome

A ferramenta mais simples sobre diferença cultural que você jamais vai usar! Ela é tão simples que quase não parece uma ferramenta em si mesma, mas funciona.

Duração: 15-45 minutos Tamanho do grupo: 5-20 pessoas

O exercício: fazer uma roda em que cada pessoa irá compartilhar o seu nome completo e de onde ela vem.

Essa é uma ferramenta fácil e de baixo risco, mas ao mesmo tempo pode ser poderosa. Para um grupo de 10 a 15 pessoas, ela pode ser facilitada para durar até uma hora, em que as pessoas contarão os contextos completos sobre de onde vêm os seus nomes, como as pessoas escolhem/dão/ganham nomes, qual o significado “secreto” do seu nome.

Em um grupo em que há pessoas de países diferentes ou com grande diferença cultural, esta ferramenta inevitavelmente abre todo um campo de diferenças. Pode ser uma ótima maneira de quebrar o gelo, observar a diversidade na sala, e permitir que as pessoas percebam a gama de diferenças culturais.

Defina o tom escolhendo um dos caminhos:

  1. a) compartilhar o seu nome e seu significado (levar 5-10 minutos para contar a sua história é uma boa maneira de exemplificar como as pessoas devem falar com calma e contar profundamente a história);

ou

  1. b) usar as perguntas seguintes para obter mais informações a partir da pessoa: “Então o seu nome foi dado pela sua tia. Isso é típico de onde você vem?”; “Seu nome tem algum significado em sua cultura?” ou “Qual é o significado do seu sobrenome?”.

 

Você também pode adicionar uma pergunta: Como é que essa história se conecta com o fato de você estar aqui?


Incorporar este recurso: